China Localiza Funcionários por Telefones GPS

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

O governo local de uma grande cidade chinesa agora rastreia o paradeiro de seus funcionários usando telefones com GPS. O funcionário é perguntado onde ele está e se ele se encontra no local onde deveria estar. Ações rigorosas são tomadas contra ele.

A cada funcionário do governo de Chongqing foi fornecido um telefone 3G móvel com sistema de posicionamento global (GPS) para determinar a sua localização.

Os funcionários são obrigados a manter o telefone 24 horas por dia e comunicar a sua localização sempre que forem contatados. Se o relatório deles difere da leitura do GPS, uma ação disciplinar é tomada contra eles. Eles podem até ser convidados a se demitir, diz a Chongqing Economic Times.

Chongqing é uma cidade no sudoeste da China. É um dos quatro municípios da China diretamente controlados – os outros três são Beijing, Xangai e Tianjin.

Mu Yong, diretor de um escritório de inspeção da cidade, disse que os custos de um telefone equipado com GPS é cerca de 3.000 yuan (R$ 730), e o custo mínimo mensal é de 342 yuan (R$ 83), todos pagos pelo governo local.
O custo para o governo chega a cerca de 1,7 milhões de yuan (R$ 412.420) a cada ano.

Xiao Lichao, um porta-voz da comissão de inspeção da disciplina, no entanto, disse ao Chongqing Daily que o governo não compra os telefones GPS nem paga as contas de telefone para os funcionários. Uma companhia de telecomunicações local fornece os telefones aos funcionários de forma gratuita.

Os celulares também têm funções de vídeo para ajudar a detectar se os funcionários estão mentindo quando fazem um relatório de suas posições.

Mu disse que os funcionários são monitorados duas vezes por mês. Metade deles são chamados aleatoriamente.

No entanto, os funcionários muitas vezes escapam de ser controlados, alegando que o telefone está fora de seu poder devido a bateria estar sendo carregada ou ele ter sido jogado na água, disse uma fonte.

O sistema também tem recebido críticas da comunidade.

Zhe Lin, professor de Direito, disse que embora o reforço no controle dos funcionários fora do horário de trabalho era necessário, controlá-los com um telefone equipado com GPS foi a pior maneira que encontraram.

Via: NDTV

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

Você pode gostar...

Tem algo a acrescentar? Compartilhe nos comentários.