Como descobrir se você está sendo seguido

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Share on Facebook0Share on Google+1Tweet about this on Twitter0

Alguém pode estar te seguindo

Costumava ser que só a CIA, o James Bond e o Homem-Aranha que tinham a tecnologia necessária para conectar um dispositivo de controle em um veículo e ficar de olho por onde ele vai.

Mas agora que os rastreadores GPS estão mais baratos do que aparelhos de TV, todos – da polícia a empresas de aluguel de carros – estão começando a agir.

Até Barack Obama está exigindo a Corte Superior dos EUA a permitir o rastreamento por GPS sem mandado judicial.

Além disso, o número de veículos por aí com dispositivos de localização anexados pode ser muito maior em breve. O seu carro é um deles? Veja como descobrir:

Rastreadores Passivos

A maneira mais fácil de rastrear são os velhos e baratos “passive trackers” (rastreadores passivos). Eles coletam dados, mas não mandam de volta, em vez disso, armazenam em uma unidade interna que tem de ser recuperada.

Eles também têm sua própria bateria, e geralmente têm antenas relativamente fracas. Junte esses fatores e você pode encontrar um em um local de fácil acesso, como o chassi de seu carro, a roda, ou dentro de um dos pára-choques. Eles não funcionam através do metal, então não se incomode em verificar seu caminhão ou o capô.

Como encontrar? Basta entrar em seu carro e olhar ao redor.

Se você vir uma caixa preta, puxe. Se ela se soltar, provavelmente não é instalada de fábrica.

Mesmo que você não tenha certeza de como é um carro por baixo, um dispositivo de vigilância vai parecer fora do lugar. Enquanto estiver nessa tarefa, verifique os bancos do carro e tire o encosto da cabeça, esses são dois lugares bons para esconder um dispositivo passivo.

Rastreadores Ativos

Dispositivos mais recentes não só reúnem os seus dados de localização GPS, eles enviam de volta para alguém que possa estar seguindo os seus movimentos na internet agora. Muitos deles podem ser emendados diretos no sistema elétrico do seu carro.

Eles não precisam de baterias e não têm a necessidade de ser recuperados. O compartimento do motor vai estar muito quente, e o porta-mala é, basicamente, uma caixa de metal, assim você ainda pode muito bem controlá-los. Comece olhando por trás do console, e não pare até que você olhou muito bem em todo lugar.

Alternativamente, você pode pegar um detector de GPS, um dispositivo prático que pode detectar dispositivos ativos. Tenha cuidado, porém: Muitos dispositivos ativos apenas enviam informação de forma intermitente, e apenas quando o veículo estiver em movimento.

Você vai ter que encontrar um amigo – se você tem algum que você pode confiar – para procurar o dispositivo enquanto você dirige, procurando evidências de invasão de privacidade de transmissão de dados.

E evite áreas populosas: alguém falando em um telefone celular em uma calçada perto pode dar um falso positivo.

Forte Cobertura

Todd Morris, CEO da BrickHouse Security, diz que vende um dispositivo high-end que pode rastrear a sua localização mesmo que “em um cofre, em uma van, em uma garagem subterrânea”.

Esses dispositivos dependem mais da triangulação das torres de celular do que dos sinais de GPS, mas eles ainda podem dizer onde você está com uma precisão surpreendente.

Pode um detector GPS encontrar outro? Se você é um alvo de alta prioridade e alguém colocou um rastreador em seu veículo, você pode se dar o luxo de aproveitar a oportunidade? Não há quase nenhuma possibilidade de uma investigação superficial encontrar um destes gadgets.

Sua única opção é ter o carro completamente desmontado por um mecânico – de preferência um que você confie – e remontado. Então é claro que você vai ter que fazer isso de novo e de novo, porque se eles não o estão observando agora, eles podem estar daqui uma semana.

voce esta sendo seguido

Ou, como um último recurso, você pode mudar para uma bicicleta como meio de transporte. Não há muito espaço nelas para esconder um rastreador, além disso o seu coração vai agradecer, mesmo se seus inimigos não.

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Share on Facebook0Share on Google+1Tweet about this on Twitter0

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Kátia disse:

    Informações interessantes

  2. Wenã castro disse:

    Gostei,muito interessante

Tem algo a acrescentar? Compartilhe nos comentários.