Google Maps Agora em 200 Milhões de Dispositivos Móveis

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

O Google Maps para celulares agora faz parte de mais de 400 milhões de dispositivos móveis em todo o mundo, de acordo com Marissa Mayer, vice-presidente do Google, de mapas e produtos locais, falando na conferência do TechCrunch’s Disrupt em Nova York.

O Google Maps é uma parte integrante da plataforma Android e sua adaptação fenomenal tem desempenhado um papel importante no sucesso do Google com o mapeamento móvel.

Google Maps

O Google tem feito uma série de esforços para fazer seus mapas móveis acessíveis a partir de um grande número de plataformas e dispositivos. O Google possui mapeamento iPhone e seu mapeamento móvel também está disponível para outras plataformas populares como Symbian, BlackBerry e outros.

De acordo com Mayer, o uso do Google Maps em dispositivos móveis é enorme. Atualmente 40% do total de uso do Google Maps vem de dispositivos móveis e de tempos em tempos o uso de mapa móvel também ignora o uso de desktop nos fins de semana.

Até o final de junho, o Google espera que a porcentagem de usuários móveis de mapas exceda de forma permanente os usuários de desktop.

O Google recentemente combinou vários de seus produtos individuais (por exemplo Hotpot e Places) e focou em simplificar o acesso dos diferentes serviços do Google a partir de um e outro. O Google Maps também inclui a aplicação diferente, como Latitude, Lugares, Hotpot, Buzz e assim por diante.

Ao longo dos últimos seis meses, o Google trouxe estas aplicações a partir de sua loja individual e as usou para aumentar a experiência do usuário em relação à toda aplicação de Mapas.

Em uma nota diferente Mayer disse que cerca de 20% das buscas feitas no Google são para informação local e que o número é mais de 40% para as buscas feitas a partir do celular.

Este é um marco significativo como o gigante de buscas continua a garantir a sua posição em serviços baseados em localização e socialmente conscientes.

Via: Social Times

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

Você pode gostar...

Tem algo a acrescentar? Compartilhe nos comentários.