NAVTEQ Aumenta Cobertura na Argentina e Libera Mapa Intermediário Para o Uruguai

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

A NAVTEQ continua a expandir a qualidade e a cobertura dos seus mapas no Cone Sul, com o lançamento de um novo mapa para a Argentina e lançamento de um mapa intermediário para o Uruguai.

Com essa cobertura combinada, os clientes da NAVTEQ poderão desenvolver aplicações de navegação que irão fornecer aos usuários finais uma rota mais direta da Patagônia para São Paulo, no Brasil e pontos além.

Foram coletados até 260 atributos da rede rodoviária na construção dos mapas específicos de cada país, além de que analistas locais geográficos verificaram a veracidade do conteúdo do mapa. Com o mapa NAVTEQ mais recente da Argentina, várias novas cidades no país foram auditadas, tanto para as principais rodovias como também para as estradas secundárias.

O Mapa Intermediário para o Uruguai contém 36.337 km de estradas. Baseado em dados de terceiros, e considerado pela NAVTEQ como da mais alta qualidade disponível. O Mapa Intermediário não possui as mesmas especificações ou a verificações necessárias para ser considerado um mapa definitivo NAVTEQ. O mapa intermediário tem a finalidade de apoiar os clientes da NAVTEQ interessados em utilizar informações de localização.

“O Cone Sul é um importante corredor econômico para a América do Sul”, declarou Helder Azevedo, diretor geral de vendas para a América Latina da NAVTEQ. “Com a adição do Uruguai e cobertura ampliada e de qualidade na Argentina, nossos clientes poderão estender o utilitário de navegação e serviços baseados em localização para atender ao crescimento exponencial de dispositivos que suportam esses serviços.”

Na Argentina a NAVTEQ possui 33 funcionários. Além de apoiar a coleta de dados e a produção dos mapas, estes funcionários prestam assistência para os clientes NAVTEQ.

Mesmo quem não pretende utilizar os mapas da Argentina ou Uruguay, ainda assim beneficiasse do crescimento da NAVTEQ. Pois quanto maior a presença deles na América do Sul, maior as chances de que o Navigator Brasil receba melhorias.

Fonte: Navteq

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

Você pode gostar...

Tem algo a acrescentar? Compartilhe nos comentários.