GPS III mais preciso que seu antecessor

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

Tecnologia GPS não para de evoluir

Diz-se que o tipo de tecnologia GPS que você usa em seus dispositivos de navegação pessoal, bem como os smartphones de hoje em dia, originaram-se de campos de batalha devastados, pois os exércitos necessitavam enviar mísseis em pontos o mais exatos e precisos possíveis – tudo à esquerda ou à direita (basicamente errando por uma margem enorme) poderia se tornar desastroso em termos de relações, assim como a perda de vidas humanas inocentes.

Bem, agora que você estava esperando para a tecnologia GPS se tornar muito mais precisa do que antes, o seu desejo foi atendido – GPS III está chegando, com o primeiro de uma dúzia de novos satélites lançados em 2014.

gps

Um dos maiores saltos em melhorias que o GPS III oferece será o poder dos satélites transmissores que serão multiplicados por um fator de 500 em relação à constelação atual.

Uma vez que isso será essencialmente uma forma de defesa contra a interferência, você definitivamente vai se dar bem se o GPS III aja em cidades – mesmo interiormente desta vez.

Sem falar na realidade aumentada em dispositivos móveis com mais correntes principais (mainstream), e também podemos olhar para a navegação autônoma em plataformas robóticas domésticas, sendo essa outra realidade que será comum para qualquer pessoa com um emprego.

O aumento de intensidade do sinal não só oferece uma precisão dobrada, mas também pode obter uma posição em dois pés (menos de 1 m) em vez de 20 (cerca de 6 m), como é hoje, permitindo que você saiba em qual pista está – isso deve fazer mapas e programas de navegação mais precisos.

Claro, com uma dúzia destes satélites destinados a ir ao céu a partir de 2014, o GPS III mainstream ainda vai levar algum tempo.

Via: ubergizmo

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

Você pode gostar...

Tem algo a acrescentar? Compartilhe nos comentários.