Nova Rede Wireless Pode Interferir no Uso de GPS

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

A empresa Americana LightSquared pediu ao Governo Federal Americano a autorização para a instalação de uma nova rede de alta velocidade sem fio de grande alcance dentro dos Estados Unidos.

A nova rede wireless poderia causar perturbações graves aos sinais de GPS, afetando os sistemas de navegação. Seriam afetados tanto os GPS usados em automóveis como também os GPS utilizados na aviação, bem como qualquer outro tipo de GPS.

Representantes de uma ampla variedade de indústrias e empresas aderiram à Coligação para Salvar Nosso GPS – Coalition to Save Our GPS no original em Inglês, para resolver esta séria ameaça para a segurança e a viabilidade do Sistema de Posicionamento Global (GPS)

O GPS é um utilitário mundial, no qual milhões de pessoas confiam. Você já imaginou como seriam os transportes hoje em dia, caso não houvesse mais GPS?

Para proteger o GPS, a Coligação pede uma série de medidas da Federal Communications Commission (FCC), que recentemente concedeu licença a uma empresa chamada LightSquared que lhes permite reformular o espectro de satélite imediatamente vizinho ao GPS.

A LightSquared tem planos para transmitir sinais de rádio terrestres, que seria um bilhão ou mais vezes mais potente que os sinais de baixa potência recebidos pelo GPS, podendo causar interferências graves e afetar milhões de receptores GPS – incluindo os utilizados pelos órgãos federais , governos estaduais e municipais, socorristas, companhias aéreas, indústria, engenharia civil, construção e topografia, agricultura e consumidores comuns em seus carros e em dispositivos portáteis.

Isto tudo está acontecendo lá nos Estados Unidos. Mas é bom que nós fiquemos atentos aqui no Brasil, pois se o sistema de GPS entrar em colapso lá também aqui poderemos sofrer as consequências.

Via: Coalition to Save Our GPS

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

Você pode gostar...

Tem algo a acrescentar? Compartilhe nos comentários.